top of page

PERGUNTAS FREQUENTES

A displasia ectodérmica é uma doença?

Não. Ao contrário do que muita gente pensa, a Displasia Ectodérmica (DE) NÃO É UMA DOENÇA, mas uma CONDIÇÃO GENÉTICA RARA, que afeta o desenvolvimento da pele, glândulas, cabelos, unhas, dentes e outras estruturas corporais derivadas do tecido ectodérmico. Existem mais de 100 tipos diferentes de Displasias Ectodérmicas. Clique aqui para saber mais.

Qual o tratamento para a displasia ectodérmica?

Não existe um único tratamento para a DE. Os tratamentos e cuidados devem ser individualizados de acordo com a necessidade de cada pessoa. Geralmente, cuidados com a pele, cabelos, olhos, nariz e ouvidos são necessários. Outro aspecto fundamental é a reabilitação odontológica, já que pelo menor número de dentes, característico da DE, o uso de próteses dentárias ou implantes se faz necessário. Clique aqui para saber mais.

A displasia ectodérmica tem cura?

Não. A cura para condição genéticas não é uma realidade atual. Porém, pesquisas em terapias genéticas estão sendo feitas e alguns resultados promissores já podem ser observados. Este tipo de terapia genética ainda não está disponível para o público em geral.

Onde posso encontrar pessoas com displasia ectodérmica no Brasil?

A comunidade DE está espalhada por todo Brasil e você pode fazer parte dela. Clique aqui para encontrar nossos canais de comunicação. 

Perguntas frequentes: FAQ
bottom of page